Rinoplastia é Perigoso? Mitos e Verdades

Hoje, com tanto acesso a informações, muitos se perdem entre o que é verdade e o que é mentira, não importa qual seja o assunto. Por isso que esse artigo está aqui, para tratar se rinoplastia é perigoso ou não.

Para esclarecer o que procede e o que é “fake news da rinoplastia”, conheça os mitos e verdades que circulam por aí, sejam eles propagados por puro achismo ou por falsa compreensão do que já foi dito, ou estudado anteriormente.

Até que ponto rinoplastia é perigoso para a saúde?

A cirurgia em si é de baixo risco. O perigo mesmo está em como ela será feita ou em quem vai fazer o procedimento.

O cirurgião precisa, para obter um resultado satisfatório, excelente qualificação e talento, além de bom senso em relação à estética. O hospital precisa também de uma excelente aparelhagem, e os exames, serem bem precisos.

O ponto importante é que a rinoplastia só pode ser de risco caso seja mal feita, o que pode ocasionar:

  • Edemas;
  • Abertura do septo;
  • Hematomas;
  • Infecção;
  • Sangramentos;
  • Necrose da região onde a operação foi feita;
  • Outros problemas, sejam eles mais graves ou não.

Após a Rinoplastia, o Paciente Nunca Mais vai Respirar com Facilidade Igual Antes?

Isso é um mito, pois a dificuldade de respiração pode se dar apenas nos primeiros dias após a cirurgia por causa do inchaço, mas as medicações passadas pelo médico melhoram o processo.

Além disso, hoje existem outros recursos que facilitam o processo de respiração do paciente após a cirurgia.

A Rinoplastia Só Serve para Fins Estéticos? – Rinoplastia é Perigoso

Esse é outro mito. A rinoplastia serve não só para resolver imperfeições como nariz grande ou pequeno, torto ou pontudo, etc.

Essa cirurgia é muito útil em casos de carne esponjosa e desvio de septo, o que não tem nada a ver com estética.

Os Cuidados Pós-Operatório da Rinoplastia São Rigorosos e Devem Ser Seguidos à Risca

Verdade. Não respeitar o tempo de recuperação da cirurgia pode pôr tudo a perder. Alguns dos cuidados que devem ser tomados são:

  • Repousar nos primeiros sete dias;
  • Não tocar no nariz;
  • Dar preferência a alimentos pastosos, para que a mastigação não force a região operada;
  • Desobstruir ou limpar o nariz somente com produtos e técnicas que são indicados pelo cirurgião;
  • Não dormir de bruços, nem de lado;
  • Não tirar o curativo antes do tempo determinado pelo médico;
  • Proteger o nariz de todo e qualquer trauma doméstico.

Esses são apenas alguns exemplos de cuidados a serem tomados. No processo de cirurgia, o médico indicará muitos outros.

A Rinoplastia Pode Causar Problemas Respiratórios

Verdade. Mas antes de tudo é preciso saber que isso é quase impossível de acontecer se a cirurgia for feita da maneira certa e se for executada por profissionais altamente qualificados.

 

É fundamental o paciente conhecer o profissional, o local e tirar todas as dúvidas antes de tomar qualquer decisão.

Rinoplastia é a Solução de Alguns Problemas Respiratórios

Verdade. Como já dito antes, essa cirurgia não tem fins apenas estéticos e resolve situações como carne esponjosa e desvio de septo.

Além disso, resolve também casos como hipertrofia das conchas nasais e problemas de adenoide.

A Recuperação é Complicada e Demorada

Mito. A recuperação é tranquila e já pode ser completa a partir dos sete dias, extendendo a 14 para o retorno ao trabalho.

Já para para praticar esportes, o ideal é que que se espere um mês.

O Nariz fica menos sensível na ponta depois da cirurgia – Rinoplastia é Perigoso

Verdade, mas de forma parcial. O que acontece é a perda de sensibilidade no máximo em até alguns meses após a cirurgia, e não para o resto da vida.

Quanto a isso, o paciente não precisa se preocupar.

Agora que já está claro sobre o que é verdade e mito se rinoplastia é perigoso, é hora de agendar uma consulta para que a sua cirurgia seja realizada.

Sobre Fice

Veja Também

Entenda Como é Feita a Rinoplastia

Entenda Como é Feita a Rinoplastia

Melhorar a aparência do nariz, ou acabar com defeitos de estruturas anatômicas que dificultam a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *